Alternativas para fugir do Trevo de Bonsucesso Guarulhos

Existe outros lugares além do trevo de Bonsucesso Guarulhos

Estrada alternativa para a Dutra está abandonadaLigação desafogaria o tráfego no acesso pela Avenida Santos Dumont, evitando congestionamentos

LUCILENE OLIVEIRA
Daniela Souza/Diário SP
Estrada alternativa para a Dutra estáMorador mostra placa de indicação da rua solta

A Estrada Velha de Guarulhos–São Miguel, em Guarulhos, na Grande São Paulo, é uma boa alternativa de caminho para facilitar o acesso entre as rodovias Presidente Dutra e Ayrton Senna, mas a via não possui pavimentação e infraestrutura, o que deixa motoristas com medo de passar pelo local. O trajeto, utilizado principalmente por caminhões de cargas pesadas, é, segundo motoristas, intransitável nos dias chuvosos.

A Operação Bairro a Bairro do DIÁRIO esteve nesta quarta (8) na estrada e flagrou caminhoneiros tentando o caminho pela primeira vez.

Eles fugiam do engarrafamento que tomou conta da Dutra por causa da operação padrão dos policiais rodoviários federais. “Saí da Dutra porque lá está impossível, mas nunca mais passo por essa estrada. Está horrível”, disse o motorista Paulo Tadeu Selin, de 41 anos.

O morador Manoel de Souza, que vive no bairro cortado pela estrada há quatro anos, contou que quando chove é comum caminhões atolarem e caírem nos buracos da via. Em casos mais graves, o veículo só consegue desatolar com a ajuda de guindaste. Precário também está o estado da placa que indica o nome da estrada. Presa apenas por um arame no poste, ela sai facilmente.

Apesar dos transtornos, o percurso pela estrada é mais rápido. Segundo motoristas, a economia de tempo chega a até meia hora. Para quem está na Dutra com destino à Ayrton Senna, a outra opção é a Avenida Santos Dumont, que frequentemente fica congestionada. “Por essa rota, consigo fugir do trânsito na Santos Dumont e economizar bastante tempo”, afirmou Mauro Martins, de 51 anos.

URBANIZAÇÃO
Os moradores do bairro Arapongas, que fica ao longo da estrada, não sabem dizer o que é mais pertubador: a poeira nos dias quentes ou a lama causada pela chuva. Todos pedem por urbanização no bairro. Regiane Rodrigues, de 30 anos, também reclama do transporte público da região. “Há dois meses foi colocada uma linha que circula nos bairros Tijuco Preto, Arapongas e Santo Afonso. Mas nós precisamos de uma linha até o centro ou Jardim Cumbica, lugares onde a maioria dos moradores trabalha”, afirmou. A Secretaria de Transportes e Trânsito de Guarulhos informou que a linha em questão é experimental, atende quatro mil usuários e foi implantada no trecho onde os moradores indicaram ser mais necessário. A linha faz ponto-final em uma UBS. O órgão também disse que os passageiros podem usar o Bilhete Único para fazer a integração e chegar no centro ou em Cumbica.

Trecho sem calçada obriga pedestre a circular na rua
Os problemas na Estrada Velha Guarulhos-São Miguel vão além da falta de pavimentação. Moradores também sofrem com a ausência de calçadas. “Os carros não respeitam e passam correndo. Acidente neste trecho é muito comum”, diz a cabeleireira Amanda Pereira dos Santos, de 23 anos.

30 minutos é o tempo que o motorista economiza no caminho alternativo

Prefeitura garante que local terá projeto de melhorias
A prefeitura de Guarulhos informou que a Estrada Velha Guarulhos– São Miguel é a continuação da Estrada Pimentas–São Miguel. Segundo ela, o edital de licitação para a pavimentação e a drenagem da segunda estrada estão sendo concluídos. O mesmo edital prevê o desenvolvimento de projeto para melhorar a infraestrutura da primeira. Os recursos são do PAC e os prazos não foram divulgados.

Anúncios